domingo, 10 de outubro de 2010

eles comem tudo

O país é dominado por banqueiros , economistas e o seu braço armado são políticos de má índole.
O Sr. Medina Carreira e todos os ex. ministros das finanças têm a solução para o país, só que por artes mágicas ficam iluminados depois de passarem pelo poder, quando lá estão lambem os ditos do chefe e nem uma palavra milagrosa para todos os males que nos atormentam.
Veio a terreiro o Sr. Medina zurzir no artista Sócrates, poderá ter toda a razão do mundo , mas não passa de puta que diz mal do cliente depois de lhe prestar serviço!

4 comentários:

Piko disse...

Concordo em absoluto com a análise!
Protegem-se mutuamente e isso vê-se quando são chamados ao poder, ainda nenhum destoou...
Estes jogos de Medina Carreira e de outros já foram jogados e são uma boa maneira de adormecer o Zé, que se deixa entusiasmar com a maior das facilidades... Tenho um amigo meu, da esquerda mais radical que utiliza muito a expressão:- « É uma filha da putice...» E tem alguma razão, porque esta gente quer parecer o que não é, criando espectativas onde não existem...
Um abraço amigo Oliveira e gostei do ALCANCE! MUITO BOA!
Pikó

TINTINAINE disse...

Tiraste-me as palavras da boca!

Valdemar disse...

O que é lamentável e incompreensivel é que são essas Vacas Velhas que já sugaram e continuam a sugar o nosso suor que se armam em defensores de valores que eles nunca tiveram.
Depois diz-se que os Jornais são independentes e as Televisões, pois são eles que lhes dão esses tempos de amtena e onde só essa seita cabe.
Não aparecem nem pode aparecer gente diferente, porque são crivados ou não sejam os Orgãos de Comunicação pertença de Joaquins Oliveiras, Pinto Balsemão e Companhia.
Sinceramente já não tenho pachorra para ouvir esses oportunistas.

Fuzo de agua doce disse...

Numa coisa tem este Medina Carreira razão, há muito tempo que vinha alertando para a situação de mentira que o Governo nos vinha embalando, o Homem tem um programa semanal com outros pessimistas iguais a ele na S.I.C.-Noticias, e há muito que o ouvia falar que o «Rei ía Nu» e agora aí estão todos a matraquilhar nesta tecla de manhã á noite.
Um abraço
Virgílio