terça-feira, 31 de agosto de 2010

Lisboa

                              Largo de S.Tomé. Interessante a largura das águas furtadas do prédio.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Praia da Adraga


Uma das melhores praias de Portugal, para o The Sunday Times uma das 20 melhores praias da Europa.

Encontra-se no parque natural Sintra-Cascais, o acesso é por Almoçageme.

domingo, 29 de agosto de 2010

Lisboa, Igreja da Sra. da Saúde

Quantos marujos desfilaram a acompanhar a procissão da Santa. Eu desfilei dois anos, o primeiro ano correu bem, no segundo nem tanto.
O Sr. Cardeal chegou bastante tempo atrasado ,estava um sol abrasador, mesmo em frente do meu pelotão estavam os tipos da Legião, eram quase todos homens de muita idade, Mauser ao ombro posição de sentido o sol na cachola, os tipos começaram a cair como tordos, em barda, as beatas esfregavam as faces dos legionários mas estes qual cor de si, tiveram que levar os legionários para a sombra do cinema S. Lisboa .
Se por um acaso algum filho da escola ler isto e fez parte deste desfile de certeza absoluta não se esqueceu deste dia. Nós os marujos fomos apanhados à má fila na parada e casernas da Força de Fuzileiros, mandaram-nos vestir a farda branca e enfiaram-nos no autocarro para o desfile, uns estavam em transição para o Ultramar que era o meu caso outros tinham chegado , portanto isto não podia dar bom resultado, estávamos completamente revoltados com a situação, na escola de Fuzileiros havia gente muito mais capaz tanto psicologicamente como tecnicamente para o desfile, só vos digo que foi uma vergonha, passo trocado, alturas não definidas, ordem unida sempre a dois tempos. Quando acabou fomos para o parque Eduardo VII para entramos no transporte para nos levar de volta, quando não é o nosso espanto autocarro nem vê-lo . Fomos todos castigados a irmos em passo de corrida para o Ministério da Marinha, quando lá chegamos esperava-nos um Capitão de Fragata que nos pôs em sentido durante bastante tempo, ameaçou-nos com prisão gritando se não tínhamos vergonha e outros mimos, quando chegamos aos adidos já tinha passado a hora de jantar, o bar fechado a maior parte apontou direito ao Laranjeiro e comeu qualquer coisa nas tascas. Deste episodio só me lembro do camarada Zé da Mónica 1771/9 os outros nem por isso.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Lisboa, horta popular da Mouraria

Há aqui qualquer coisa que não bate a bota com a perdigota: http://horta-popular.blogspot.com/

Por altura de 74/75 em Belas no calor do PREC uns quantos indivíduos tomaram como suas umas terras devolutas e vai de fazer hortas por tudo quanto era sitio, para dar mais ênfase à coisa pespegaram um cartaz onde se lia "A TERRA A QUEM A TRABALHA" a coisa foi andando até que uma noite uns malandros gamaram todas as couves e para os machambeiros não desanimarem acrescentaram no cartaz "E AS COUVES A QUEM AS APANHA"

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Lisboa

                                                 Foto tirada no miradouro da Sra. do Monte

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Castelo de S. Jorge e os safardanas da EGEAC.

A roubalheira instalada na maior C.M. do país, começou com  S. Lopes e continua com A. Costa.
7 euros para visitar o castelo de S. Jorge que é monumento nacional desde 1910??? Se eu comer na tasca do Leão pago 5.25 euros??? As pessoas do Concelho de Lisboa não pagam??? Será que esta gente que está isenta, quando vai para as praias da Costa ou da Linha têm que desembolsar 7 euros para veranear ? Sim, que as Câmaras gastam milhões de euros para construir e manter os passadiços e praias em condições para receber todos os portugueses seja qual for a raça, credo ou concelho de residência.
Fica aqui a sugestão, se querem tirar fotos da cidade, (ao que parece é só dos lisboetas), dirijam-se ao miradouro da Senhora do Monte, que por sinal tem melhor vista que o Castelo. Sejam rápidos antes que os tipos que gerem o património (EGEAC) coloquem por lá uma bilheteira!

retorno

            Uns quantos dias de ( non fare niente ) para retemperar a coisa e voltar à jana do costume.

sábado, 7 de agosto de 2010

"esta Lisboa que eu amo"

video
O jogo que a TVI transmite não me diz muito e se há coisa que não tenho pachorra de ouvir são aqueles dois comentadores da treta que por lá destilam bílis por tudo o que mexa. Estive a ver na RTP1 a homenagem ao Raul e no meio de tanta imagem deparei com José Viana. Deixo aqui uma pequena lembrança de um dos maiores nomes do teatro do século 20.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

100 anos

video
                                                100 anos de efeitos especiais em 5 minutos

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Norma Jean Baker

 5 de agosto de 1962, morreu em Los Angeles, Marilin Monroe. Um dos maiores desperdícios da história recente!

dar aos calcantes

Um tipo quando é jovem não pensa… É sempre a abrir e muitas das vezes dá com os burros na água , foi o que me aconteceu . Uma moçoila bem apetrechada embeiçou-se por mim o que eu não desdenhei, como que era uma aventura bastante perigosa e quem tem cu tem medo eu cortava cavilha, entre encontros escondidos, a coisa lá foi andando, só que um dia lembrei-me que o sÍtio mais seguro era o cemitério, depois dos coveiros largarem o trabalho. Tanto eu como ela não tínhamos medos dos mortos, medo sim era dos vivos, bem pensado melhor feito, apontamos direitinhos ao dito. Ainda não estávamos acomodados e começamos a ouvir vozes, ficamos logo à rasca , disse-lhe para ficar quieta que eu ia espreitar, bem…Quando eu espreito… Deparo-me com um grupo de homens e mulheres que estavam a preparar uma missa negra. Dou um salto, agarro na companheira e desato a correr à frente de uma saraivada de calhaus , só parei duas vezes uma a largar a amiga que se pirou para casa e a outra no fontanário em frente da praça para beber água.
Por essa altura o jornal T&Q andava a investigar os rituais satânicos naquelas paragens e vieram a ter conhecimento deste episódio, mais tarde veio a ser contado também na RTP2 num programa do Joaquim Letria.
Andei bastante tempo com medo daquela gente não por medo da magia negra mas por vir a ser chibado das brincadeiras em que andava metido. Tacitamente as duas partes nunca abriram o bico, eu fiquei caladinho, só nunca percebi porque é que me meteram na porta da oficina dentro de um saco 27 cabeças de pombo, (27 era a minha idade) sal espalhado pelo chão e uma quantidade de velas umas acesas outras não, as velas deram jeito para acender o maçarico o resto não se aproveitou nada, nem para cabidela.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

espicaçar a memória

A memória por vezes tem quer ser espicaçada e, no caso foi um post. do Virgílio, pela sua passagem pela linha de Sintra. Nos anos 70, morei em Belas e cheguei a ser tesoureiro do C.D. de Belas. Bons tempos aqueles, grandes farras, saudades do grande mentor do clube, Carlos da praça, das noites de segunda feira na sede do clube onde se reunia a direcção , ao mesmo tempo num café próximo reunia a direcção anterior para cascar na que estava em funções, nas reuniões com o conselho fiscal, nas exigências dos juniores quando foram apurados para o nacional, queriam fiambre e queijo flamengo em vez dos torresmos e queijo de barra no suplemento. Por essa altura fomos a Alvalade e eu pedi a todos os santinhos para que os tipos perdessem para acabar com as “exigências” e não é que levaram 5 a 2?! O que quer dizer que as rodas de torresmos continuaram nas sandochas acompanhadas com o queijinho de barra. Nessa época tínhamos um contrato com a cerveja "Cergal",  não podia haver outra marca nos bares do clube, o tipo dos torresmos trocava as rodas por grades de minis e assim sandocha de fiambre era uma miragem!
Quando a minha direcção cessou funções,uns quantos individos na assembleia geral quiseram dar-me um louvor pelos serviços prestados ao clube , mas, há sempre um "mas" nestas coisas, o dito louvor não seria entregue com muita pena de uns tantos porque a restante direcção se ia assenhorar também dos louros do dito louvor “manhosos"  :-).
Bons tempos aqueles com fugas à mistura do cemitério… mas isto são contos de outro vigário que ficam para outra oportunidade.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

1200%

A quando da visita de estado a Portugal do Sr. Presidente Guebuza, falou do quanto era necessário o investimento estrangeiro em Moçambique. O Sr. 1º Ministro de Moçambique Aires Ali, não esteve com meias medidas e vai daí aumentou 1200% o preço aos estrangeiros que querem residência temporária no seu país, de 46€ para 600€ e para quem quiser ficar definitivamente para 700€. Aqui está o mel com que se quer apanhar as moscas ...

Sr. Presidente Armando Guebuza mande o Sr. Aires abrir a pestana e pegar na máquina de calcular e fazer as continhas , basta os dois neurónios tico e o teco para descobrir que esta "medida" é uma grande borrada.

ontem

Efemeride um pouco atrasada , no entanto nunca  é demais lembrar o Zeca e o seu legado. Nasceu em Aveiro 2 de Agosto de 1929.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

"pequena maravilha"

video
                                   Qual Bollywood qual carapuça, Ugandawood é que está a dar!