domingo, 28 de março de 2010

Brasil "trem das onze"

video


O grupo de S. Paulo, Demónios da Garoa e, o seu trem das onze. Uma preciosidade este tema, foi e ainda é cantarolado em todos os cantos do mundo.

Fui hoje passear pelo paredão do Estoril até junto da Boca do Inferno e constatei que pelo menos metade do português que se ouvia tinha sotaque do Brasil, vai daí "baptizei" estes quase três km com o nome de calçadão do Estoril! Andar a pé seis míseros km deixaram-me com as pernas trôpegas, é natural após um Inverno rigoroso de chuva e de dar ao dente que nem um alarve um tipo incha e fica com uma espécie de barriga grande, no meu caso a dita é mais o peito descaído e depois se dá meia dúzia de passos as toxinas acumuladas fazem das suas, voltando à passeata com tanto sotaque vindo do outro lado do Atlântico, dei por mim a cantarolar "não posso ficar nem mais um minuto……." .

4 comentários:

Piko disse...

Amigo Oliveira:

Falando de música e porque as lembranças não nos largam e como aquela década de SESSENTA foi o máximo, é justíssimo que não deixemos de lado aqueles BEATLES, de tão boa memória com uns acordes musicais que mais pareciam vindos de outra GALÁXIA!
Até África tinha mais encanto!...

UM GRANDE ABRAÇO!
PIKÓ

Anónimo disse...

Boas palavras e bonita música.
Com respeito aos brasileiros e brasileiras que se estão por todo o lado, eu até pergunto essa gente tem na sua grande maioria trabalho doutro modo não sobreviveriam e não há trabalho para os Portugueses? ou estes não estarão para isso, enquanto houver um subsidiosito?, é que eu vou aqui ao Centro Comercial, e os trabalhadores que por lá estão também é quase tudo Brasileiros, aqui num espaço ajardinado junto de mim são Búlgaros, na agricultura a maioria já deve ser estrangeira,que fique claro que nada tenho contra, só pergunto é porque há tanto Português desempregado e os Estrangeiros arranjam trabalho
Um abraço
Virgilio Miranda

lmdoliveira disse...

PIKÓ.
África para nós é musica e o seu encanto enfeitiçou-nos para toda a vida!
Abraço meu amigo!

lmdoliveira disse...

Dizem que há perto de 39000 empregos que estão disponíveis no centro de emprego e que ninguém os quer, se calhar em parte está aqui a resposta à pergunta do amigo Virgílio.
Abraço filho da escola