segunda-feira, 29 de março de 2010

bem prega frei Tomás


A defesa da instituição igreja não pode nem deve ser a procura dos demónios que tentam denegrir a santa madre igreja. A defesa é a procura da verdade, é denunciar os pedófilos e expulsa-los do clero, a defesa da igreja é punir quem encobriu estes energúmenos e se o Sr. Joseph Ratzinger fez parte do complot para abafar o escândalo deve ser também ele expulso , ele e todos que esconderam a barbarie. Todos sabemos que a esmagadora maioria do clero é gente decente e não deve pagar o justo pelo pecador . A igreja deve dar um sinal que está com os inocentes que foram abusados, só assim a credibilidade será reconquistada .

6 comentários:

TINTINAINE disse...

Sábias palavras, filho da escola. Assim alguém te oiça.

Piko disse...

Bom amigo:

Como entendo todas as vossas preocupações, muito comuns a todas as pessoas de bem, incluindo os amigos e os que nem sendo nossos amigos, aspiram também à evolução positiva das sociedades!
Falando claro, e concretamente acerca da religião ou das religiões, penso para mim, que não sou um sábio, muito longe disso, mas acredito que o que se passa na análise deste tipo de crime da pedofilia e que a crer nas notícias, também atinge parte das igrejas em todo o mundo, é que as pessoas terão interiorizado desde bébés, quase, que as religiões eram sagradas, santas e que eram criadas por Deus, etc, etc,...
Ora, o que se passa é que todas as religiões ( fala-se em cerca de trezentas ) foram da autoria dos humanos e desde o Oriente até ao Ocidente e abusivamente, digo eu, utilizam Deus com uma leviandade que até choca as pedras e outros seres inanimados...
Teria a maior das honras em prosseguir, mas reconheço que não devo abusar da bondade do autor do blog e dos seus grandes e sinceros amigos!
Só gostaria de terminar com uma pergunta:- « Sabiam que o celibato não existiu desde os primórdios da religião católica romana e que só muito mais tarde, foi "descoberta" por quem tinha peso nessa estrutura religiosa?!
UM ABRAÇO!
PIKÓ

lmdoliveira disse...

Tintinaine
Só que eles não ouvem, melhor, ouvem mas fazem orelhas moucas.

lmdoliveira disse...

PIKÓ
Ser pedófilo não é sinonimo de padre ou de outra qualquer profissão e o celibato também não contribui em nada para a se ser pedófilo. O pedófilo é uma besta predadora que ataca os mais inocentes, a castração é um dos caminhos a trilhar juntamente com a informação das populações de que há um predador nas imediações, claro que isto traz xenofobia, no entanto o bem maior são as crianças e a sociedade tem o dever e a obrigação de os defender.
Abraço

Piko disse...

Meu bom amigo:
Só pretendo clarificar um pouco melhor a minha posição quando acho que os crimes de pedofilia devem ser investigados e punidos em sede própria, que são os tribunais civis de cada país!
Agora não é aceitável que as organizações religiosas ao mais alto nível, escondam os possíveis criminosos, colaborem no seu esconderijo, com um tipo de comportamento que faz lembrar os Mafiosos e isso não é aceitável.
Se o amigo Oliveira quiser ligar para: YOU TUBE - PADRES - DOCUMENTÁRIO BBC
irá deparar com factos desagradáveis e que só comprovam nesses 4 vídeos que o comportamento destes responsáveis é inqualificável, porque se comportam como num estado dentro de outros estados...
A meu ver toda a estrutura dirigente desta igreja só tem um caminho a seguir e que é entregar os suspeitos à justiça e colaborar para que a justiça funcione sem atropelos, que não tem sido o caso... Esperemos que mudem!
Sobre o snr. Ratzinger e o seu futuro dentro da igreja Católica, acho que é um assunto que diz respeito à estrutura dessa igreja, compete aos católicos, somente e a mais ninguém... mas claro, podemos comentar sempre!
UM ABRAÇO
PIKÓ

lmdoliveira disse...

Estou de acordo com quase todo que escreveu só um senão, no que diz respeito ao Sr.Ratzinger.
Encobrir um crime é crime, é punido por lei com prisão efectiva e se se trata da lei dos homens o dito Sr. não está a cima da lei, ele e todos nós (pelo menos devia ser). De resto eu tinha percebido o seu raciocínio no primeiro comentário e estou totalmente de acordo com ele!
Já fui ver o vídeo no You Tube, é repugnante !
Abraço