sexta-feira, 1 de maio de 2009

mais que nunca

miúdo a dar gordura em oficina de imprimidor.
O 1º de Maio cada vez mais deixa de ser uma festa e passa à luta de classes, que cada vez é mais apertada, trabalhadores e classe média estão no mesmo lado da barricada. No outro lado os tubarões da globalização neoliberal, que mais não é que produzir os muito ricos e os pobres, tudo o resto vai com os porcos!

Sem comentários: